Sobre a vida e por que o blog vai acabar...

19.10.15



Olá, migos! Já vai completar quase dois meses desde a última postagem aqui no Bibli e com isso já dá até para fazer aquelas famosas chamadas de reportagem: por onde anda a Tici? Onde se escondeu? O que andou fazendo? Hoje, no Globo Repórter!

Eu queria ter um motivo bem melhor (tipo: fui para África fazer trabalho voluntário) para explicar o meu sumiço do que aquela clássica desculpa do estou sem tempo. A questão do tempo, claro, sempre está presente (especialmente agora no final de outubro que minha rotina de estágio + faculdade vai me obrigar a sair de casa antes das 8h e voltar só às 22h), mas ela não é o fator principal.

A verdade é que eu me afastei do blog porque estava desanimada. E essa história começa lá mesmo nos primeiros dias que eu me tornei uma blogueira literária. Houve pequenas coisas me que incomodaram logo de cara, mas eram tão pequenas comparadas ao meu entusiasmo que logo passei por cima delas. E então vieram as parcerias (yay!) e os seguidores (yay!) e aquela auto pressão imposta (aah...), de forma que, de uns tempos para cá, até as pequenas coisas já citadas não eram mais tão pequenas assim; eram tsunamis.

Eu assumi um compromisso quase profissional com o Bibli quando ele devia ser apenas um hobby. Postar virou uma obrigação mecânica, e cada vez mais eu me sentia menos ali, até mesmo com medo de escrever alguma coisa que não fosse agradar vocês ou as editoras. E a gente sabe que blogs literários seguem a mesma estrutura, só o que diferencia cada um é a pessoa por atrás. Quando a pessoa por trás desvanece ou é engolida pelas grandes tendências, não resta mais nada. É um blog vazio, puro marketing e ostentação.

Sem falar no tempo dedicado a tudo isso, as mudanças que você vai abraçando mesmo sem perceber (como passar a ler livros mais rápido só para ter resenha a cada semana), e as coisas das quais você vai abrindo mão só para manter o blog atualizado. E mais: eu amo ganhar livros, mas só se eu puder lê-los. Eu amo dar os meus livros para outras pessoas, mas só se houver respeito.

Do fundo do meu coração, eu serei eternamente grata por tudo que o Bibliophiliarium me proporcionou durante o meu período escuro de transição entre faculdades, mas do jeito que está não dá mais para continuar - por tempo e por vontade. Estou sendo totalmente sincera ao assumir que me perdi em algum momento do blog, moldei a mim mesma para caber dentro das "medidas esperadas" e estava a dois passos de criar um canal literário formato-padrão no Youtube (que eu não gosto) quando o sinal de alerta de que alguma coisa estava errada finalmente começou a soar.
Então quando me perguntarem por que parei, a resposta mais verdadeira é a de que sinto saudades do meu velho eu. Sinto saudades dos clássicos, sinto saudades de pesquisar o significado das palavras que eu não conheça durante a leitura, sinto saudades de não terminar um livro se ele não me agrada, sinto saudades de escrever ficção (e como sinto!), sinto saudades das grandes ambições profissionais, sinto saudades de responder todos os comentários, sinto saudades de continuar no meu canto mesmo quando todo mundo está seguindo para o mesmo lado. 
A boa notícia é que esse não é um adeus totalmente. Eu sabia que estaria cometendo um grande erro se simplesmente desaparece, excluísse tudo e deixasse para lá, porque iria sentir falta. Talvez não imediatamente, mas iria sentir falta alguma hora de um cantinho para desabafar.

Então resolvi que a melhor solução seria criar um blog novo, sem pressões ou restrições. E se vocês quiserem me acompanhar lá também, vou ficar muito feliz (só conferir o final desse post)! :D Quanto ao Bibliophiliarium, ele não será mais atualizado, mas vai ficar sempre aqui para quem quiser matar a saudade de alguma postagem ou resenha.

SOBRE O NOVO BLOG!
O nome é Feito Colibri e vocês já podem conferir aqui: www.feitocolibri.com A minha ideia é que ele seja um blog pessoal, minimalista e que siga mais o caráter nostálgico e de diário como o que a gente encontra no Rotaroots. Quero voltar a blogar por prazer, para desabafar e para dividir experiências, livre e sem pressões externas \o/ Espero que gostem!

Mil desculpas por esse post gigante! E obrigada, pessoal, por tudo! <3

You Might Also Like

8 Bilhetes

  1. Que dó de ver este post. Desde o início eu acompanhei o seu blog e simplesmente amava e amo a sua escrita, a sua sinceridade e a sua pessoa incrível! Acredito que em qualquer blog (blogueiros que realmente amam o que fazer, fazem por amor e por carinho) já passou por esta situação e entre outros. Já pensei várias vezes em desistir do blog, ou se não, sair da mesmice e fazer algo em relação ao blog. As vezes me desanimo mesmo amando este universo literário, o mundo dos livros. Esse lance de comentários de gente incrível, ou se não pessoas que você mal conhece e já se aproxima por causa de um livro, isso é incrível. Mas há coisas ruins também. Poucas pessoas blogam por amor e quando é, o sentimento acaba se esvaziando e se tornando algo banal. E como você disse, também tenho falta de ler livros que realmente quero, não quero o que eu não quero e nem falar disso. Pelo fato de o blog crescer, cria tipo uma certa obrigação em postar, ter que fazer certas postagens e enfim kkk. Mesmo eu sabendo que irei sentir uma saudade imensa do Bibliophiliarium, tenho certeza que você fez a coisa certa. E fico mais feliz ainda por você ter criado um blog pessoal. Com certeza irei te visitar sempre e sempre! <3
    Muita sorte na sua vida e muita alegria ^^
    Beijos e muitos abraços.
    www.inspiradaporpalavras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irislinda < Sempre aqui, desde os primeiros meses! No final de tudo, a melhor coisa que um blogueiro pode conquistar são os amigos que ele faz pelo caminho. Fico muito contente com o seu suporte, e é verdade, o que é hobby nunca deve se tornar obrigação! :/
      Venha me visitar no Feito Colibri, vai ter bolo! kkkk
      Tudo em dobro para ti! <3 E mtu mtu sucesso! xx

      Excluir
  2. Poxa, muito triste com o fim do Bibli, mas feliz pelo novo blog! Vou seguir e é já! Beijos, Tici. Boa sorte com o novo blog!
    www.taliesinperdido.com.br
    www.conversasdeleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Tici,
    Ai nossa compreendi cada palavrinha do seu texto e me identifiquei, também.
    Eu já pensei em desistir várias vezes, mas na maioria das vezes era por causa de 'alguém' e meu lado Escorpião não ia dar esse gosto HAHAHA
    E são todos esses passos também e te confesso que estou na fase que pequenas coisas me irritam, além de coisas internas. Mas até acredito que blog ajuda um cadinho moldar nossa personalidade e nos deixar mais paciente e madura com algumas coisas haha

    Sobre o YouTube, triste que você desistiu, mas nem tanto porque estou pensando em desistir também. Te falar que eu meio que me sinto na obrigação de postar algo...junto..e acabo atrasando umas postagens do blog, isso não ta ficando legal. De meses pra cá não me sinto feliz com ele, só to esperando uma promo terminar pra decidir se fica ou não hahaha

    Te desejo todo sucesso na nova fase, já vou ficar acompanhando...segui tudo lá;
    bjs e obrigada pela oportunidade de conhecer o Bibli e suas postagens :D

    ResponderExcluir
  4. Oi Tici querida
    Tristinha porque o Bibli vai acabar. Meu blog foi sempre pessoal, desde o início, mas também aborda literatura, pois é algo que faz parte da minha vida também. Tenho parcerias com autores, mas deixo claro que não me forço a ler nada. Minhas leituras são feitas por prazer, até porque se leio por obrigação, acabo não curtindo tanto quanto poderia. Enfim... Cada um é cada um.
    Quero tornar meu blog meu trabalho, mas nunca o farei por obrigação. Faço tudo porque gosto. Posto quando tenho boas ideias. Pode parecer descaso, mas não é. Pelo contrário. Prefiro fazer algo sem data concreta, mas com amor, do que fazer tudo apenas por obrigação. Espero que essa nova fase lhe deixe feliz.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco 

    ResponderExcluir
  5. Oi, Tici!
    Fiquei triste com a noticia, mas confesso que tem muita verdade no que você disse. Eu comecei o canastra para postar os livros que eu gosto (mesmo que ele não estivesse na moda e não fosse do gosto da maioria), mas acabei postando algumas coisas por "pressão" também.
    Já migrei lá pra o Feito Colibri.
    Boa sorte com o blog novo! Espero que ele seja diversão e não pressão. ^^
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Oiee ^^
    Esse título me deu um aperto no coração, mas fiquei feliz ao ver que você conseguiu encontrar uma saída. Realmente, depois de você ter mencionado, percebi quanto eu corro para ler os livros cada vez mais rápido, com medo de atrasar as leituras de parceria, e que, muitas vezes, deixo de ler os livros que eu realmente quero ler por conta disso. Ainda não fui engolida por essa coisa toda, e espero que isso nunca aconteça *-* Já dei uma passadinha no blog novo, e, menina, que coisa mais linda ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Saudações Lady Tici,
    Confesso que vi muito do que sinto ultimamente em vosso texto.
    Não vou me estender e escrever inúmeras palavras que terão o mesmo efeito das poucas que direi: admiro sua força, seu entusiamo e sua coragem! Sei que não terás problema em absolutamente nada que tentares.
    Manterei um dos olhos em Feito Colibri.
    Boa sorte!


    Venha visitar o Castelo
    Att
    Ana P. Maia ♛

    The Queens Castle

    Um Amor, Um Café & Nova York 1 e 2

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores