Aonde você vai com tanta pressa?

15.5.15



60 km/h. A paisagem lá fora é um esboço, um espetáculo de luzes transmitido ao vivo para pessoas ligadas no 220 volts. Muitas estatísticas e informações, poucos sentimentos. 70 km/h. Daqui a pouco já é Natal de novo; datas certas no calendário para pessoas programas, agendas cheias de compromissos vazios. 80 km/h. Começou a chover. A água tamborila contra o capô, encharca o vidro, forma cicatrizes que só vão aparecer amanhã, quando talvez seja tarde demais.

A consciência acende, manda reduzir, mas o cérebro não obedece e a velocidade não abaixa. 90 km/h. Erros por desatenção, erros por falsas necessidades impostas. 100 km/h. A vida não é mais uma aventura, é uma perseguição. 110 km/h. Talvez não seja uma perseguição, mas uma fuga. Fugir do fracasso e fracassar por não estar aqui. Você ainda está aqui? Nessa velocidade já desintegrou?

120 km/h. O tempo se tornou o vilão de um thriller psicológico. Ele vira um tirano, não espera por ninguém. Faz você andar, correr, voar. Cair. 130 km/h. Há um animal no meio da estrada. O freio é acionado. O animal desvia, foge. O carro não ia parar a tempo, ainda não parou. Parou agora, forçado a parar. Mãos trêmulas no volante. A estrada era uma reta, mas podia ser uma curva. E se fosse uma curva?

Não é o tempo, é você. Vivendo na tomada, controlado pelo relógio ou pela ansiedade de um futuro diferente do agora. Pequenas grandes coisas deixadas para trás. Pequenos grandes momentos atropelados. Por que estava correndo, aonde ia com tanta pressa? As mãos pararam de tremer, o susto passou, escorreu com a chuva. O seu reflexo no espelho retrovisor frontal voltou a cor normal, respiração normal. Ele faz questão de te lembrar que, sim, você sobreviveu, está vivo. Mas você ainda está aqui?

♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   ♣   

Ei, psiu! Aonde vai com tanta pressa? Relaxe, respire. Faça uma viagem, reconecte-se com a sua infância, brinque com o seu cachorro ou amigos e, durante esses minutos, sinta o tempo parar a seu favor :)

You Might Also Like

10 Bilhetes

  1. Que texto incrível, Tici! Você escreve bem demais.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Minha cara essa postagem, preciso desacelerar urgentemente! Adorei a postagem, super me identifiquei!

    Bjs, Michele

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  3. Quero pegar esse texto, imprimir, e colar nas minhas paredes, só para me lembrar diariamente da mensagem dele. Que incrível, Tici! Me emocionei. Estava precisando dessas palavras, obrigada!
    Você tem muito talento, viu?! Já quero um livro para ler com seu nome em baixo, hahaha.

    Beijão,
    surmelody.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Fazia tempo que eu não dava uma passada aqui e quando vejo tem esse texto maravilhoso. Continua escrevendo muito bem, Ticiane ^^ Ótima narrativa, de ir acelerando junto da história e não conseguir parar.

    Adorei!
    E Abraços! :)

    ResponderExcluir
  5. Tici, é a primeira vez que leio um texto seu, e NOSSA! Você escreve muito bem. Espero ler muitos outros textos de sua autoria por aqui. E aproposito vi que você mudou o visu do blog adoreii. :)

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, adorei! Onde vamos com tanta pressa, né? Por uma vida mais calma, com mais momentos lindos. <3

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  7. <3 sensacional. Um tapa na cara e muitas verdades para alguem que é extremamente ansiosa. Voce tem toda razao. Um beijo!

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. OBRIGADA, GENTE! <33333 Adoro vocês!

    ResponderExcluir
  9. Não me de block aqui no Bibli, por favor. Sei que é feio e chato e etc, mas eu preciso usar caps pra você entender o quanto eu fico usaudgshfshdfh com os seus posts, então aqui vai: EU QUERO ME CASAR COM ESSE TEXTO, IMPRIMIR E COLAR NA TESTA! ACHO QUE É UM DOS MELHORES QUE TU JÁ ESCREVEU, AMEEEEEEEEEEEEEEEEEEI <333333333
    Cada linha foi um tapa na minha cara, muito obrigada por escrever isso, e escrever de um modo que eu sinto exatamente. Eu ando muito apressada, acelerada, querendo demais e aí recebendo pouco e acabando frustrada. Até salvei nos favoritos pra ler de vez em quando e me lembrar de dar aquela respirada e desacelerar a vida um pouco.
    Beijoooos sua sis mais linda do universo <3
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Tici, esse texto está simplesmente perfeito. Nada como um texto como esse pra nos fazer despertar.

    http://coracao-de-leitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores