Por que você não vai ao teatro?

12.4.15

Olá, pessoal! Como vocês estão? Março foi o mês de volta às aulas na faculdade e, por isso, é normal que o meu ritmo de leitura diminua um pouco, mas prometo que no próximo post já trago uma resenha para vocês! Mas enquanto isso e saindo um pouco do tema de leitura/livros, o assunto de hoje é TEATRO! 

Você foi ao teatro esse mês? Ou lembra quando foi a última vez que assistiu a uma peça? Parei para pensar nisso quando a Belle do Devoradora de Livros - que é atriz - me apresentou uma pesquisa que ela está participando junto com a Escola Wolf Maya e que quer saber por que as pessoas não vão ao teatro. 

É uma pesquisa curtinha e totalmente anônima, então convido vocês que se sentirem à vontade para respondê-la aqui: http://goo.gl/forms/QLxYLtVROI. Vai ajudar bastante todo mundo que trabalha com teatro! 

Mas para não deixar essa postagem com cara de mera divulgação, vou dividir com vocês um pouco da minha experiência com o teatro e como surgiu o meu amor e carinho por essa forma de arte, até para incentivar quem ainda não conheça muito sobre o assunto a procurar mais sobre ele :) 

Nunca fiz teatro (nem em peça de escola), era tímida demais para isso; palco e microfone eram duas palavras que não entravam de jeito nenhum no meu vocabulário prático. O meu lugar era na plateia, e a primeira peça que eu lembro foi uma peça infantil na minha escola. Não lembro mais o nome, só sei que foi essa peça que me fez escolher a minha cor favorita (falei disso aqui).

Porém, o que consolidou mesmo o hábito de ir ao teatro no meu caso foram os balés de repertório do Theatro Municipal. Minha mãe acordava a gente bem cedo em alguns domingos para ficarmos em uma fila gigantesca que contornava o Municipal só para podermos assistir aos balés por R$1,00 o ingresso. Acordar cedo era um saco? Era. Ficar na fila em pé por 2 ou mais horas (e às vezes nem assim conseguir o ingresso) era um porre? Extremamente, ainda mais para uma criança. Mas nada disso importava depois que a gente já estava lá dentro.

Tinha (e ainda tem, óbvio) alguma coisa no abrir das cortinas, no soar do terceiro sinal, no brilho das vestimentas e das joias, na orquestra invisível, na cenografia altamente realista e nos músculos dos bailarinos e bailarinas que me deixava fascinada. Junte a isso o aspecto histórico e arquitetônico do Municipal, com suas histórias de fantasmas e elevadores que rangem, e está pronta a fórmula mágica que me faz ir ao teatro desde os 7/8 anos de idade (e não mais apenas só para assistir a balés).

Já vi a maioria dos mais conhecidos balés de repertório (A Bela Adormecida, Coppélia, Romeu & Julieta, O Lago dos Cisnes, Giselle, O Quebra-Nozes, La Bayadère, O Corsário etc) enquanto por outro lado tem muita gente amiga minha que nem sequer entrou no Municipal. Há uma questão de criação muito forte aí, claro, mas também não deixo de pensar que o que mais prejudica a ida de mais pessoas aos teatros é a falta de informação.

A programação não chega a todos - sem falar na falta de investimento no setor cultural em outros estados brasileiros - e tem também o quesito financeiro. Há peças caríssimas, sim, super verdade. Mas também há peças mais baratas, lista de convidados, promoções, espetáculos gratuitos... Recentemente vi uma adaptação do livro Um Estranho no Ninho por R$15 no CCJF, praticamente o mesmo valor de um ingresso no cinema (dependendo do dia).

A verdade é que foi a promoção de R$1,00 no Municipal, anos atrás, que possibilitou que eu gostasse de teatro e que mantivesse o hábito mesmo depois da promoção acabar. Porque já amava aquilo a ponto de não deixar de ir mais; já era uma parte minha. Depois o balé me levou aos outros tipos de espetáculos no palco: peças sobre Carnaval ou futebol, peças infantis, peças de mistério; musicais, monólogos, stand-up comedy. O tema/tipo não realmente importava; era o estar ali que importava.

Porque o teatro conserva algo que o cinema nunca teve (mas o cinema tem o seu próprio algo que me faz amá-lo também), que é o minimalismo e o live-action ali na sua frente, sujeito a erros ou disposto a interagir com o público. Cenários que se transformam em questão de segundos, música e luz sincronizada com o que está acontecendo em cena, um único ator carregando uma peça inteira, mímica, gestos, dança e assim vai. É o encanto através do pouco.

Então volto à pergunta do começo dessa postagem. Você foi ao teatro esse mês? Às vezes a resposta é não por uma questão de gosto, ninguém é obrigado a gostar de teatro. Às vezes a resposta é não por falta de teatros perto de onde você mora; isso também acontece, infelizmente. Mas às vezes a resposta é não por falta de informação. Nesse caso, convido vocês - principalmente quem já sente atração pela quinta arte ou quem nunca foi a um teatro - a irem atrás da informação, procurando informativos, buscando preços, entrando nos sites dos teatros etc. Falo isso porque adoro muito teatro e recomendo, de verdade. Tenho certeza de que muitas pessoas poderão se surpreender e se maravilhar com o que os palcos têm a oferecer! :)
[Imagens: Google]

You Might Also Like

12 Bilhetes

  1. Oi Tici, adorei a postagem!
    Eu vou ao teatro menos do que gostaria, às vezes por falta de tempo, às vezes por falta de grana ou até por preguiça mesmo, já que quase todos os teatros são bem longe de casa. Mas recentemente assisti a uma peça maravilhosa (e gratuita!) chamada "O Homem de La Mancha", que está em cartaz até o dia 28 de junho de 2015. Comentei sobre ela no blog, se você quiser conferir, a postagem é essa: http://www.arquivopassional.com/2015/02/dica-passional-musical-o-homem-de-la.html
    Beijos... Elis Culceag. * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, vou conferir sua postagem! Muito bom saber quando tem uma boa peça em cartaz, ainda mais gratuita! :D xx

      Excluir
  2. Amei o post! E essa primeira foto é tão amorzinho <3
    Eu quase não vou ao teatro, mas é porque aqui na minha cidade quase nunca tem. Só tem quando é alguma peça que alguma escola tá fazendo ou algo do tipo. Mas gosto muito, muito mesmo e sempre vou quando possível. Tem algo diferente de qualquer outra coisa no teatro, e isso me faz amá-lo.
    Eu participei de teatros poucas vezes, porque tenho vergonha, mas até gosto de participar e acho que se eu participasse mais talvez acabaria com um pouco dessa vergonha haha.
    Beijos

    maresdanoite.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto de teatro, mas não são todas as peças que me atraem como expectadora. Aliás, tem sido bem difícil uma peça chamar a minha atenção nos últimos tempos, infelizmente. Acabo frequentando mais o teatro para acompanhar apresentações de dança e balé, que eu amo!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tici, sua linda, tudo bem?
    Adorei a postagem e a parabenizo por incentivar as pessoas a irem ao teatro, uma arte deixada um pouco de lado. No meu caso, eu gosto de teatro, mas sempre que me interesso por uma peça ela só está sendo exibida muito longe da minha casa, e é sempre em um horário muito tarde, o que torna a ida ao teatro um pouco perigosa. Esse é o motivo, que hoje me afasta do teatro. Uma pena.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Tici,
    Vishe eu nem lembro a última vez que fui ao teatro, sou uma que nunca entrou no Municipal.
    Eu cheguei a fazer curso, no início da adolescência dai minha mãe não quis pagar mais depois do primeiro ano hahaha

    Aqui onde moro tem um, mas sempre que olho o que está em cartaz é apresentação pra criança.

    Eu acho a arte bonita, vejo notícias fotos, vídeos, olho sobre os londrinos também...

    A primeira foto está tão maravilhosa.

    bjs e tenha um delicioso restinho de semana
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
  6. Oi Tici!
    Menina estou decepcionada comigo, fui somente uma vez ao teatro assistir "Alice no país das maravilhas" e acho que na época eu tinha uns 12 ou 13 anos, não sei ao certo, mas gostei muito da peça e gostei de ir ao teatro assisti-la, porém não tive outras oportunidades, tempo e outras prioridades mas espero que isso mude daqui para frente. Adorei a sua postagem :)


    Bjokas!

    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu adoro teatro! Mas das últimas vezes que fui foi para assistir Os Improváveis, é muito engraçado UHFDKSHFUSDHFKU Sempre vejo bastante algumas adaptações, acho muito legal <3 Além que também eu fazia teatro, já fiz dois clássicos infantis UHFUKSHDFUKS foi legal

    E eu te entendo sobre a faculdade, 5 projetos mais mini tcc não tá fácil aqui.

    Beijos,
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaah, que amor! <3 Parte de mim queria ter feito teatro também, mas outra parte acha a ideia assustadora! hahaha Eu fico olhando para os atores no palco e pensando se eles conseguem me ver e como eles não gaguejam e tudo mais rs
      Boa sorte com os seus projetos e o tcc! <3 xx

      Excluir
  8. Oi Tici, adorei sua postagem!
    Eu sempre vou ao teatro, a maioria das vezes vou no do Masp, muitas peças são gratuitas ou com preços muito baixos.
    Ano passado assisti A Madrinha Embriagada quatro vezes! eu logava no site do sesi sete horas da manhã e ficava atualizando até ás oito horas para conseguir reservar os ingressos :p
    A última peça que eu vi foi O Homem de la mancha e vou ver Fuerza Bruta na fnac, aliás é um espetáculo interativo, recomendo para todos!

    Abraços ^^

    Blog De Leitor para Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Fran! Que bacana! Você também foi ver essa "O Homem de La Mancha", tomara que venha para o Rio! <3 A gente sempre faz uns sacrifícios pelo que gosta, né?! Acho isso muito admirável e quem sai ganhando somos nós mesmos! xx

      Excluir
  9. Primeira resposta antes de ler o texto que me veio a cabeça foi: porque é longe de casa, eu chego cansada do trabalho, tenho ido pouco até a Igreja. Mas, sempre que posso vou, tanto a teatro como a museus ou simplesmente andar pela cidade sem rumo... Recife é uma cidade romantica, antiga, seus 400 anos se imprime em suas ruas e pedras, Olinda não fica atrás!

    Adorei conhecer sua experiencia. Quem me levou ao teatro pela primeira vez foi meu professor de Filosofia, foi uma encantamento... Há algo de magico em um palco, algo de inesplicavel.

    Cheros, Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores