A Lâmina da Assassina - Histórias de Trono de Vidro

19.4.15


A LÂMINA DA ASSASSINA
The Assassin's Blade

Escrito pela estadunidense Sarah J. Maas, com 406 páginas e publicado no Brasil em 2015 pela Galera Record.

Conheça o caminho da assassina. Pavimentado com sangue, lágrimas e suor. Implacável, sedutora, letal. Poucos conhecem seu rosto, menos ainda sobrevivem à sua fúria. Não à toa Celaena Sardothian é sinônimo de morte. Suas lâminas são certeiras, assim como seu estranho código de honra e seu aguçado senso de justiça. Mas como uma menina, encontrada agonizando pelo rei dos Assassinos de Adarlan, se tornaria a campeã do rei? Disputada pelo capitão da guarda real e o próprio príncipe herdeiro? No centro de intrigas políticas? Acompanhe Celaena vencer um lorde pirata e toda sua tripulação; o encontro como uma curandeira; seu treinamento com o Mestre Mudo, senhor dos assassinos silenciosos, nas dunas do deserto Vermelho; a prisão nas Minas de Sal de Endovier; ou, ainda, sua luta contra o mais escorregadio e traiçoeiro dos adversários — o próprio coração.



A Lâmina da Assassina é um livro composto por cinco histórias (A assassina e o lorde pirata, A assassina e a curandeira, A assassina e o deserto, A assassina e o submundo, A assassina e o império) que antecedem os acontecimentos narrados em Trono de Vidro (Galera Record, 2013) e contam um pouco mais de um período essencial na vida da assassina mais letal e implacável de Adarlan: os momentos anteriores a captura de Celaena Sardothien e sua prisão nas Minas de Sal de Endovier. 

A série de fantasia young adult escrita pela Sarah J. Maas é uma hexalogia que começa como Trono de Vidro (resenha), seguido por Coroa da Meia-Noite (resenha), Heir of Fire, Queen of Shadows, mais os dois volumes finais ainda em desenvolvimento pela autora e sem tradução brasileira. No primeiro volume, conhecemos Celaena Sardothien, antiga assassina e agora uma escrava nas Minas de Sal de Endovier que, em troca de sua liberdade, aceita a proposta do príncipe Dorian para servir como sua representante em uma competição para escolher o novo Campeão do Rei.

Em Trono de Vidro, porém, pouco se mostra sobre o passado da assassina. Há menções a personagens importantes para a Celaena durante os seus anos servindo a Guilda dos Assassinos, como Arobynn Hamel e Sam Cortland, e vemos como ambos tiveram uma influência grande em algumas características que Celaena apresenta: dificuldade para confiar, resistência para amar. Mas não sabemos minuciosamente o que aconteceu que a deixou assim, e aí que A Lâmina da Assassina entra.



O livro narra o período do fim dos 16 até o início dos 17 anos de Celaena Sadorthien, desde o dia em que ela resolve, por questões éticas, não seguir uma ordem de seu mentor - e ainda destruir todo o negócio dele - até o momento em que é capturada e levada como escrava para as terríveis Minas de Sal de Endovier. Assim, por mais que esteja dividido em histórias separadas, o fluxo narrativo segue uma continuidade cronológica, que só não te obriga a ler o livro na ordem em que foi arrumado porque todas as histórias retomam os acontecimentos mais importantes das anteriores. 



Esses esquema de retomada ficou um tanto repetitivo para mim, que estava lendo o livro seguindo a numeração de páginas. Mas por outro lado é o único ponto negativo que encontrei. Apesar de algumas histórias serem consideravelmente melhores do que outras, todas elas contribuem fortemente para entender a Celaena e se apegar ainda mais a ela; ver o quanto ela sofreu e como ainda assim se manteve de pé, lutando e seguindo o seu juízo de certo e errado. A Lâmina da Assassina também mostra um esquema de sede de poder, treinamento rígido e traição, mas agora fora do castelo de vidro e por entre as ruelas escuras, bares e telhados de Adarlan. 



Como fã da série, ler as histórias desse livro foi uma experiência incrível. Amei odiar o Arobynn. Amei amar o Sam, mesmo já sabendo o que ia acontecer. Adorei conhecer novos rostos que espero que sejam mostrados de novo no decorrer dos próximos livros. Para quem gosta da série, acho a leitura de A Lâmina da Assassina fundamental, um convite para se apaixonar ainda mais pela Celaena e pelo o que ela é. 

Agora para quem está interessado em começar a ler a hexalogia (recomendo muito), sugiro primeiro a leitura de Trono de Vidro. Não faz muita diferença na verdade, mas acho que o primeiro volume original te coloca melhor dentro do cenário construído pela Sarah J. Maas e, dessa forma, o leitor se conecta mais fácil e com mais emoção com o conteúdo de A Lâmina da Assassina. De qualquer jeito, seja qual for a ordem que você escolher, leia essa série! 

You Might Also Like

8 Bilhetes

  1. scrrrrrrrr to doida pra lerr!
    tonsdeleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Tici sua linda, tudo bem?
    Só uma observação: suas fotos ficaram tão delicadas, tão lindas, a composição que você fez com os tecidos e fitas ficou encantadora!!!!!! Acho que você leva jeito para essa outra arte também. Pronto, falei!!
    Quando ao livro: eu estou super empolgada para conhecer essa série. Não sabia que seria tão longa, mas elogiam tanto, tanto, que não tem como não desejá-la. Gostei de saber que os contos, na verdade, são fatos que aconteceram no passado da personagem e são narrados de forma cronológica e irão conectar o leitor com os problemas dela. Já tinha me impressionado por ela ser uma assassina, agora, saber que ela foi uma escrava, nossa, que enredo diferente.
    Adorei sua resenha e coloquei a compra desses livros como prioridade.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Fiquei interessada em ler. Mas acho que iria ficar um pouco perdida com essas retomadas dos acontecimentos.... =/

    Beijinhos
    xoxo ♪ Acordes Coloridos

    ResponderExcluir
  4. Olá, Tici.
    Não cheguei a ler o primeiro livro, mas lembro de sua resenha super animada sobre ele. Acho a proposta da obra incrível, principalmente se tratando de uma assassina como protagonista. Gostaria de conhecer a história.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Não acompanho a série ainda Tici, acho que faria mais sentido (para mim) começar a ler pelo Trono de Vidro!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  6. Gosto de literatura fantástica, é o gênero que mais aprecio, já tinha ouvido falar muito dos livros dessa serie mas nunca parei para ler uma resenha com calma, para saber sobre o que se trata, se a historia é boa ou não, lendo a sua resenha me pareceu ser uma historia bem legal e que eu curtiria de verdade a leitura.

    Bjuus!
    http://livrosseriesecitacoes.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Eu prometo que vou começar a ler essa série que mal conheço, mas já considero pacas o mais breve que puder, ou seja, quando eu tiver dinheiro pra comprar os livros UHASUHASHAUSH Mas a sua resenha só me vez ver o seu amor por essa série e o quanto ela realmente merece a nossa atenção! Adoro livros de contos assim, porque querendo ou não o autor sempre vai deixar algo sem abordar ou aprofundar porque nem sempre o livro termite isso. Sem falar que é um grande bônus pro fãs, né? rs Já amando a Celaena (mesmo sem saber falar o nome dela) e tentando medir o quão badass ela é!
    Beijos, sislinda <3
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Primeiramente, capa linda de novo né?! De todas a mais linda, a série continua na minha lista de desejados, mas ainda não consegui o "tempo" para comprar! Sua resenha sempre me deixa doidinha Ticii! Preciso muito! hahaha Parabéns!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores