Mentirosos

14.2.15


MENTIROSOS
We Were Liars

Escrito pela estadunidense E. Lockhart, com 272 páginas e publicado
no Brasil pela Editora Seguinte.

Os Sinclair são um família rica e renomada, que se recusa a admitir que está em decadência e se agarra a todo custo às tradições. Assim, todo ano o patriarca, suas três filhas e seus respectivos filhos passam as férias de verão em sua ilha particular. Cadence - nata primogênita e principal herdeira -, seus primos Johnny e Mirren e o seu amigo Gat são inseparáveis desde pequenos e, juntos, formam um grupo chamado Mentirosos. Durante o verão de seus quinze anos, as férias idílicas de Cadence são interrompidas quando a garota sofre um estranho acidente. Ela passa os próximos dois anos em um período conturbado, com amnésia, depressão, fortes dores de cabeça e muitos analgésicos. Toda a família a trata com extremo cuidado e se recusa a dar mais detalhes sobre o ocorrido... até que Cadence finalmente volta à ilha para juntar as lembranças do que realmente aconteceu.



Mentirosos foi meu primeiro contato com a autora E. Lockhart - que também escreveu O Histórico Infame de Frankie Landau-Banks - e apesar de não estar 100% no escuro em relação ao que eu ia encontrar na leitura, tenho de dizer que mesmo assim o livro foi uma grata surpresa e que a Lockhart já me conquistou como autora, apesar de seu olhar totalmente inebriante na foto de orelha do livro.



No começo, porém, achei que iria terminar o livro com uma opinião diferente da maioria (que amou). A narrativa era esquisita por ter um caráter enfático, repetitivo e metafórico. A confusão psicologicamente bela da nossa narradora Cadence era demonstrada com quebras de linhas no meio de frases incompletas, com alegorias mórbidas para demonstrar sensações e com vários e vários adjetivos. A primeira vez, por exemplo, que a protagonista nos mostrou sua dor de ver seu pai indo embora, eu tive que reler o pedaço, meio what the hell, até entender que se tratava de uma alegoria.



Ainda que tenha sido esquisito no começo, é através desse efeito de estilo que a narrativa de Mentirosos ganha uma emoção tensa e angustiante. É o retrato fiel do estado da Cadence após sofrer o misterioso acidente. E para manter o mistério, E. Lockhart então assume o posto de conduzir o leitor pela história, deixando pequenas pistas aqui e ali, mas fazendo com ele se concentre nos outros detalhes que completam a história, mas que desvirtuam da verdade, como o romance.

Assim, pelos olhos de Cadence, conhecemos seus primos Johnny (estalo, iniciativa e sarcasmo) e Mirren (açúcar, curiosidade e chuva) e o amigo Gat (entusiasmo, ambição e café forte). Vemos a rica e honrada família Sinclair passar todos os verões em sua fantástica ilha particular, longe dos fracassos dos outros, como se os problemas não ousassem atravessar o oceano. Mas E. Lockhart nos mostra por trás do véu da perfeição. Nos deixa com raiva e confusos... Nos deixa sem fôlego, nos mostra que ninguém está a salvo de cometer erros. Somos jovens, somos imprudentes, somos Sinclair. Somos Mentirosos.





É difícil falar qualquer coisa sobre o final sem dar spoilers: você vai amar ou odiar, vai fechar a última página e continuar pensando naquele desfecho. Comigo, terminei o livro me sentido um pouco enganada. Fui guiada o tempo todo e sem me dar conta pela trilha construída pela autora. Só que o fim da trilha é um precipício. Escuridão, profundeza e gasolina. Cadence, Mirren, Johnny e Gat. Gat, Johnny, Mirren e Cadence. Não tem como voltar atrás.



Não é todo autor que consegue essa proeza e também não diria que a E. Lockhart fez isso com total perfeição. Mas essa história me provocou tantos sentimentos, me deixou com tantas lembranças (mesmo escrevendo essa resenha duas semanas depois de ler o livro ainda consigo ver a ilha, como em um filme) que, se tivesse de descrever o livro em uma frase, seria a seguinte: Mentirosos é um livro que deve ser lido, independente de se você vai gostar ou não.

"O silêncio é uma camada protetora sobre a dor." [pág. 43]

"Perguntava sobre meu pai e sobre minha avó - como se falar sobre uma coisa fizesse melhorar. Como se feridas precisassem de atenção." [pág. 44]

"Não aceite um mal que você possa mudar." [pág. 126]

You Might Also Like

12 Bilhetes

  1. Oi! Tudo bem?
    Eita! Primeira vez que passo aqui e cheguei bem. Adorei a resenha! A forma como você escreve não é aquela arrastada e robótica que tanto vejo pela blogosfera. Achei isso massa e valorizo pra caramba.
    Mentirosos parece ser um livro muito bom. Foi para a listinha!

    Beijo grande,
    Doce Sabor dos Livros - ♥

    ResponderExcluir
  2. Ai, meu Deus! Tô tendo pequenos surtos aqui com sua resenha, eu PRECISO ler esse livro, LOGO! Todo mundo fala tãããão beeem e eu estou tão curiosa sobre sobre toda os Sinclair e quero saber que raio de acidente é esse e o que aconteceu! Porém, sinto que também tirei probleminhas com essa escrita alegórica, espero pegar ele pra ler em um momento propenso porque eu amo metáforas e tal, mas preciso estar no clima :s
    Adorei a resenha, Tici. Pude sentir bem todos os sentimentos que você teve ao ler e AMEI AMEI a segunda foto. Perfeita ❤
    Beijão :D
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A escrita me incomodou só no inicio, depois você acostuma rápido, porque ela se torna essencial para a história e deixa tudo mais bonito. Sério, Debs, leia, é muito bom, mesmo com o final! Mapas <3 xx

      Excluir
  3. A cada resenha eu fico mais e mais curiosa para ler esse livro. Depois da minha última leitura - "Não Olhe Para Trás" -, esse é exatamente o tipo de narrativa que estou procurando. Algo que nos conduz por um caminho traiçoeiro, que nos da pista sobre a solução do problema, mas sem realmente nos deixar resolvê-lo. Parabéns pela resenha!!

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
  4. Mentirosos também foi o meu primeiro contato com E. Lockhart e também me surpreendeu de maneira muito positiva, apesar de todo fluxo de emoção que o final desencadeia! É preciso ter cuidado até ao comentar para preservar o final, spoiler roubariam das outras pessoas o prazer e a dor desse livro néh?!?!

    Eu li também faz algumas semanas, suas eu acho! Mas ao ler o desfecho de sua resenha foi impossível não me emocionar e enternecer novamente!

    Li muitas resenhas desse livro - já que a parte de comentar os blogs no "O que tem na nossa estante" fica muito por minha conta e essa foi uma das que me emocionaram... Mentirosos é mesmo "Escuridão, profundeza e gasolina. Cadence, Mirren, Johnny e Gat. Gat, Johnny, Mirren e Cadence. Não tem como voltar atrás.".

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, tiraria toda a beleza da história! Tem alguns livros que combinam com spoilers, mas Mentirosos definitivamente não é um deles! Muito obrigada por esse comentário lindo, Pandora, não sabe como ouvir isso é o que dá toda a força para continuar resenhando com coração sempre! xx

      Excluir
  5. Eu to DOIDA pra ler esse livro e adorei sua resenha, amiga. Fiquei com mais vontade ainda de ler heheh <3

    Beijos,
    Belle Hendges

    ResponderExcluir
  6. Olha eu sinceramente tenho que confessar que adorei a sua resenha pelo simples fato de todos estarem falando muito bem dele, principalmente por conta de seu desfecho que todos dizem que é surpreendente. Mas mesmo assim eu ainda não iniciei a minha leitura e espero ter a oportunidade logo, pois estou adiantando algumas leituras de parcerias primeiro rs

    Mas mesmo assim eu fiquei bastante curiosa quanto a história, pois sua resenha ficou muito bem elaborada e seu jeito de escrever me encantou. Meus parabéns. Pode contar sempre com as minhas visitinhas que sempre estarei por aki =]

    Se puder venha conhecer meu cantinho tbm
    Ja estou te seguindo aqui
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie! Tici, eu vejo tanta gente falando desse livro que minha vontade de lê-lo só aumenta. Mas espero me acostumar com essa tal narrativa, quando eu for ler. Nunca li nada da Lockhart, então esse livro será o primeiro dela que eu lerei. Amei sua resenha, como sempre <3

    Beijos,
    www.girlfromoz.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Tici, tudo bem?
    Até agora não achei ninguém que não indicasse a leitura de Mentirosos! Eu ainda não conheço o trabalho da E. Lockhart e estou bem intrigada e ansiosa para ler esse livro e sinceramente, espero gostar bastante. Adorei as fotos que você colocou na resenha.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  9. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI TICI! Minha coisa fofa, como vai florzinha do jardim? haha. Nossa que caretice... Mas enfim, espero que esteja bem. Como estava ansiosa por esta resenha poxa! Sem suas resenhas simplesmente eu não seria nada. Não teria conhecido nem Trono de Vidro poxa :/. Mas enfim, sua resenha está um espetáculo! Estou muito curiosa para ler este livro e depois da sua resenha, virou lei! Amei saber sua opinião e poxa queria spoiler mulheeeeer! Mas pelo que percebo com este livro isso não é possível... Mas mesmo assim eu queria.
    Enfim, parabéns pela resenha flor.
    Muitooooooooo sucesso <3.
    E um grande abraço apertado.
    http://chuvaelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Tici, você leu minha resenha, sabe bem o que senti, mas achei que toda estas metáforas e poesias misturas de forma sutil que deu a grandeza maior, e o final, e o final? Penso nele até agora, e acho que não aceitei, mas é verdade que o livro virou o meu preferido do ano.

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores