Meia-Noite na Austenlândia

18.2.15


MEIA-NOITE NA AUSTENLÂNDIA
Midnight in Austenland

Escrito pela estadunidense Shannon Hale, com 320 páginas e publicado no Brasil em 2015 pela Editora Record.

Charlotte Kinder é bem-sucedida nos negócios, mas não no amor. Tentando se reerguer após um doloroso divórcio, ela se presenteia com duas semanas na Austenlândia, uma mansão interiorana que reproduz a época de Jane Austen. Lá, todos devem se portar de acordo com os costumes da Inglaterra regencial, desde o figurino até os modos. Todos em Pembrook Park também devem desempenhar um papel, mas, com o passar do tempo, Charlotte não tem mais certeza de onde termina a encenação e começa a realidade. E, quando os jogos na casa se mostram um pouco assustadores, ela descobre que talvez nem mesmo o chapéu mais bonito poderá manter sua cabeça grudada ao pescoço. Ao contrário do que poderia pensar, Pembrook Park se revela um lugar intimidante, e a experiência de Charlotte passa a ser muito diferente da descrita no pacote de férias.



Em Meia-Noite na Austenlândia, Shannon Hale revive a época de Jane Austen de novo, mas é melhor avisar de uma vez que esse livro não é uma continuação de Austenlândia (Editora Record, 2014). O cenário é o mesmo, muitos dos personagens secundários estão de volta e o uso de aparelhos tecnológicos continua proibido, mas nessa nova história, Jane Austen ganha companhia: a também escritora Agatha Christie.  



A nova protagonista é Charlotte Kinder, divorciada, mãe de duas crianças, que adora Agatha Christie, mas que, ao encontrar um diário seu de quando ainda era uma adolescente, percebe que a sua meta "Ler Jane Austen" não foi atingida. Após corrigir isso lendo - e amando - todos os livros da autora, Charlotte decide então fazer uma viagem de duas semana para Pembrook Park, uma mansão na Inglaterra que garante uma experiência imersiva nos livros da Jane Austen.



Em meio a chás e passeios pelo jardins, o Coronel Andrews - ator contratado para entreter as damas  - propõe uma brincadeira relacionada a um terrível assassinato que atiça em Charlotte o seu lado detetive e, depois de encontrar algumas evidências, ela se convence de que um assassinato realmente ocorreu em Pembrook Park. Mas como solucionar o caso quando tudo se torna tão a real a ponto de não se poder mais distinguir a encenação do que pode de verdade pôr em risco a sua vida? 

Com esse dilema como ponto chave do livro, Shannon Hale vai intercalando momentos na Austenlândia com curtinhos períodos anteriores à separação de Charlotte. Além disso, a narrativa em terceira pessoa consegue se parecer muito com a em primeira porque mostra as divagações hilárias da protagonista e seus confrontos internos com seus Pensamentos Profundos. Assim, a leitura flui rápida, divertida e leve, mas não chega a atingir um ponto forte; segue o mesmo tom até o fim.



Apesar de ser um livro que tenta juntar o romance de Jane Austen com o mistério da Agatha Christie, o que eu mais gostei em Meia-Noite na Austenlândia não foi nem um nem outro - o mistério não é nada extraordinário e o romance só engata no meio quase fim da história. O que mais gostei foi o que deve ser lido nas entrelinhas, ou seja, a importância do seguir em frente para a Charlotte. 

Recém-separada, ela diz em várias partes do livro que não conseguiu ver os indícios de que o ex-marido estava distante e sendo infiel. Então, resolver o mistério de Pembrook Park é o desafio que ela precisa para se reencontrar, para retomar a sua confiança e provar para si mesma que é, sim, uma mulher inteligente e pode ser a heroína da sua história. Tudo isso na Austenlândia () e com direito a vestidos, um baile e talvez algo a mais.



A Charlotte me irritou algumas vezes, especialmente por ela ter precisado dizer umas 300 vezes que era uma idiota até se convencer do contrário. E, como sempre, gostei mais do vilão do que do mocinho, mas isso já não é nenhuma novidade. Ainda assim, Meia-Noite na Austenlândia é um livro que te prende, seja pelo ar de mansão misteriosa ou pelos espartilhos, xícaras de chá e galanteios. É um chick-lit para ler sem esperar muita coisa, mas que a gente lê apenas pelo prazer de ler um.

"É bem mais fácil solucionar o mistério de outra pessoa do que recuar um passo e observar o que assombra a sua própria casa." [pág. 193]

"Ler demais faz uma casa parecer cheia de fantasmas quando é apenas o rangido da madeira; faz o trovão parecer uma metáfora em vez de apenas uma manifestação do clima; faz um romance romântico parecer possível, mesmo quando não é." [pág. 219]

You Might Also Like

14 Bilhetes

  1. Jane Austen é uma autora tão boa que até as coisas que ela meramente inspirou sem querer conseguem ser divertidas! Fiquei com vontade de ler o livro porque sou fã da autora... Sabe aquele tipo de fã que tem todos os dvds das séries feitas sobre a obra da autora, todos os livros e reler "Orgulho e Preconceito" para afastar tristezas?!?! Pois é! Um caso sério kkk

    Queria conhecer essa Austenlandia!!!

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?
    Já ouvi falar de Jane Austen, mas não sou fã de romances de épocas, mas tenho vontade em ler esse livro e outro Austenlândia, as capas são maravilhosas que magino elas em minha estante para dar uma vista linda hahaha, gostei da resenha e adorei as fotos <3
    Espero sua visita *-*
    http://www.doceliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Oi Tici!!
    Não fazia ideia do que este livro se tratava e confesso que a proposta de unir mundos literários tão distintos como o da Jane e o da Agatha me deixou bastante curiosa. Não sou muito fã dos chick-lits mais convencionais, mas esse parece mesmo ter uma história intrigante. Gostei de você ter abordado o seu interesse maior pela mensagem de que a personagem precisava seguir em frente.
    Ótima resenha!

    Beijos
    Espero sua visita =)
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Minha lista de leitura ficando cada vez maior. Ah, adorei as fotos.
    http://coracao-de-leitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Confesso que leria esse livro meio "gdjhagdajhskgds meu deus que ideia sensacional", e teria medo de acabar me decepcionando ao ler. Mas preciso dizer que só a capa, já é apaixonante <3.

    Beijos,
    http://www.girlfromoz.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa que citações fantásticas uaaal!!! Entrou para a minha lista dos livros que preciso ler.. e muito fofo o cenário das fotos, combinou super, amei!
    Sou webdesign, qualquer mudança que queira fazer no blog só falar comigo Beijinhos !!
    Saga de Beleza
    Youtube Saga de Beleza

    ResponderExcluir
  7. Boa noite ! Acabei de finalizar a criação do meu novo blog voltado para o meu trabalho na área de tradução, revisão e formatação de textos. Nele tem os preços, orçamentos, contatos, mas eu pretendo postar pequenos textos com dicas nessa área, notícias essas coisas. Gostaria de contar com a sua ajuda. Já sigo o seu blog! Beijos
    www.traducere.blogspot.com.br

    PS: desculpa o recado duplo, mas o outro estava errado.

    ResponderExcluir
  8. Foi bom você avisar que esse livro não é uma continuação do primeiro, pois eu não sabia dessa. Adorei sua resenha e fiquei muito curiosa pela história, algo que a sinopse por si só, não conseguiu despertar em mim. Esses livros que, apesar de envolver mistérios/investigações, não são tão sérios tem cada vez mais me chamado a atenção. Eu gosto de leituras divertidas, pois a leitura realmente se torna mais fácil e gosto, assim como foi para você.

    Blog | Paixonites Literárias

    ResponderExcluir
  9. Sou mega fã de Jane Austen e preciso ler Austenlândia pra ontem porque todos falam tão bem! Não sabia da existência esse outro livro, mas fiquei interessada também! Porque Jane e Agatha + chick-lit não pode dar errado, né? Mesmo que seja só pra passar o tempo e suspirar pelos bailes, vestidos lindos, mocinhos e vilões <3 Hmmm falando nisso, agora quero só ler pra ver de qual dos dois mais vou gostar, porque tenho uma queda grande por mocinhos uahsuahsuahs
    MENINA, o que é essa contra-capa? *-* *-* *-* *-*
    Beijos Ticilinda <3
    Debora.
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu palpite é que você vai gostar mais do mocinho desse livro!
      E né? Quando eu virei e vi essa contra-capa foi paixão à primeira vista! Achei a arte mais bonita do que a de Austenlândia. A designer caprichou bem! xx

      Excluir
  10. Achei uma graça esse livro, nunca tinha ouvido falar! Adoro essas coisas de casarões e tudo mais. Mas essa coisa da protagonista se achar idiota me deixa meio puta da cara, costumo largar esse tipo de livro -_- mas parece ótimo :)

    Beijos,
    Belle Hendges

    ResponderExcluir
  11. Oi! ^^
    Interessante o enredo do livro. Nunca li Jane Austen, mas conheço bem os mistérios da Agatha e fiquei com vontade de ver onde essa história vai parar!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/BlogMenteHipercriativa

    ResponderExcluir
  12. Jane Austen!!! É minha favorita E eu estou com uma lista grande para ler seus livros. E esse livro aí? Preciso dele pra já! Amei seu post e todo seu blog. Estou seguido para não perde-lo de vista. Grande beijo

    ResponderExcluir
  13. Oi Ticiiii, eu quero muito muitoooo ler esta série, lembro que assisti um episodio, ou o filme, não lembro bem =/ mas adorei, se a leitura for tão boa como achei, tenho certeza que vou adorar! Ahhh e estas capas? Lindas né?!

    Beijos,
    Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores