O Hobbit - A Batalha dos Cinco Exércitos

12.12.14



"Se mais pessoas valorizassem o lar mais do que o ouro, o 
mundo seria um lugar melhor."

Hey, pessoal! I'm going on an adventureeee! Só que não... Na verdade acabei de voltar de uma; da aventura que colocou de uma vez um final na história do hobbit Bilbo Bolseiro, o 14º membro da Companhia de Anões comandada por Thorin Escudo de Carvalho para recuperar a Montanha Solitária. Já sabem do que eu estou falando, não é? Direto da estreia, vou contar para vocês o que esperar de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos.



Título original: The Hobbit: The Battle of the Five Armies
Lançamento: 11 de dezembro de 2014
Duração: 2h24min
Diretor: Peter Jackson
Elenco: Martin Freeman, Richard Armitage, Orlando Bloom, 
Ian McKellen e outros.


Sinopse: Após deixar a Montanha Solitária, o dragão Smaug ataca impiedosamente a Cidade do Lago, trazendo destruição e incontáveis mortes aos seus habitantes. Cabe ao corajoso Bart, com a ajuda de seu filho, pôr fim à vida da criatura e evitar que sua cidade queime por completo.

Com a morte de Smaug, porém, as incontáveis riquezas de Erebor perdem o seu mais temido protetor, e não demora para que os mais variados interessados venham tentar conquistar uma parte de todo aquele ouro e poder. Entretanto, o anão Thorin, herdeiro por direito do local, decide não abrir mão do que conquistou e, cada vez mais cego pela cobiça e tomado pela doença do dragão, desonra a sua palavra e incita uma guerra.

Apesar dos esforços de Bilbo, Gandalf e Bart para evitar a batalha que está por vir entre anões, elfos e humanos, nada resta senão um sangrento combate quando um vasto exército de orcs, wargs e bestas de guerra chegam ao vale ao pé da Montanha para exterminar os que estão ali.



Opinião: Não vou dizer que saí desapontada do filme, porque A Batalha dos Cinco Exércitos trouxe exatamente aquilo que eu estava esperando: ação. Não houve uma preocupação em relembrar a história, de fazer com que o público se lembrasse por que a Montanha era tão importante para tantas pessoas. O filme começa diretamente de onde termina o anterior, como se não existisse um intervalo de um ano entre as datas de lançamento de um e de outro. A ação é jogada em cima do espectador e você fica ali, embasbacado com as centenas de milhares de cenas envolvendo combates e lutas.

Aqui e ali ainda surgiram alguns momentos bobos para descontrair e para ocupar tempo, mas o foco desse terceiro filme é a ação, pura e simplesmente. O problema é que essa ênfase na ação  essa necessidade de criar visualmente uma batalha épica e minuciosa  acaba prejudicando outras coisas no filme. Como a super aguardada sequência do ótimo A Desolação de Smaug e como a conclusão e o adeus do público a Terra-Média, faltou a esse terceiro filme um pouco da emoção da despedida.



A começar pela primeira cena. Depois de ter feito todo mundo praticamente se apegar ao Smaug no segundo filme, o espaço que é reservado a ele no terceiro se foi de 5 minutos foi muito. Smaug morre tão rápido que era melhor ter fechado o segundo filme com a morte dele e não com aquele cliffhanger. E aí depois já começa a batalha. Ou seja, Bilbo (Martin Freeman) ficou apagado, Bart (Luke Evans) ficou apagado... sem falar que até hoje eu não sei por que o Peter Jackson foi inventar a Tauriel (Evangeline Lilly), que teve pouca importância decisiva nessa conclusão.

Os maiores destaques acabam indo para Thorin (Richard Armitage), que com os olhares penetrantes soube representar muito bem a loucura, o orgulho e poder que o envolvia, e para Legolas (Orlando Bloom) com seus movimentos graciosos nas lutas. De resto, A Batalha dos Cinco Exércitos não te dá tempo de se apegar de novo aos personagens nem se preocupa em dizer que fim levou alguns deles. Por exemplo, Dáin Pé de Ferro aparece numa parte importante do filme, mas conforme a batalha começa e termina, a gente fica sem saber o que aconteceu com ele. Morreu? Conquistou Erebor?

Apesar de essas serem algumas perguntas que foram respondidas no livro ou cujas respostas podem ser facilmente encontradas com uma rápida pesquisa na internet, eu achei que ficou faltando mostrá-las no filme. Convenhamos que não tinha necessidade de três filmes, mas como foi assim, eu não me importaria se ABDCE tivesse mais alguns minutos se eles fossem reservados a fechar a história de maneira totalmente satisfatória (esse terceiro é o mais curto de todos envolvendo a Terra-Média... Chega até a ser um tanto contraditório). E faltou emoção. Enterros apropriados para aqueles que (preparem lencinhos mil) não sobreviveram? Não. Ao invés, a gente só vê algumas referências à jornada de O Senhor dos Anéis, o retorno de Bilbo ao Condado e The End.


"When faced with death, what can anyone do?"

Esse descaso com alguns dos personagens, principalmente por ser tratar de uma conclusão, me deixou triste. Mas por outro lado, os sentimentos de coragem e amizade entre os anões, aliado ao perfeccionismo e detalhismo visual — tudo foi muito bem construído e os tantos efeitos espetaculares garantem a imersão do espectador no combate e na fantasia da Terra-Média  fazem de A Batalha dos Cinco Exércitos um filme que vale a pena ser visto. Especialmente para os fãs da Terra-Média, especialmente por ser o último adeus, já que o Silmarillion não deve chegar tão cedo às telas do cinema (Christopher Tolkien não tem intenção de vender os direitos) e especialmente pelos esforços do grande Peter Jackson em transformar uma história considerada infanto juvenil em algo mais agradável a todas as idades. Então, farewell, Middle-Earth! :'(

E, galera, peloamor, não saiam correndo do cinema! Fiquem para ouvir a música "The Last Goodbye" cantada pelo Billy Boyd (o Pippin de "Senhor dos Anéis") usada nos créditos. Está liiiiiiiiiiinda! Mas se você já foi ver o filme e não ficou para ouvir a música, ouça aqui

You Might Also Like

11 Bilhetes

  1. Ai, vou chorar, simplesmente não posso aceitar que esse é o fim (por ora) de filmes da Terra Média :( ainda não fui ao cinema assistir O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos nem sei se vou conseguir ver nesse fim de semana, mas eu espero!
    Gostei de saber que esse filme tem bastante cenas de ação, eu amo cenas de ação! E quanto a morte de Smaug ser rápida, eu já esperava por isso, no livro ela é apenas citada, não tem toda a emoção e tal... Mas a batalha... Nossa, essa eu faço questão que seja nos mínimos detalhes e acho que o Peter fez isso bem!
    Adorei sua opinião e sua postagem!
    Beijos... Samantha Culceag.
    Só pra Menores

    ResponderExcluir
  2. Eu adoro a história, mas sempre achei que os efeitos especiais (por mais que sejam feitos da mais alta tecnologia) atrapalham um pouco o filme, não sei explicar, mas as vezes isso faz com que eu perca o encanto no filme... Mas mesmo assim quero ver com certeza, vale a pena!

    Adorei o post, me senti no cinema HEHE

    Beijos ;)

    http://enquantoissonaitalia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gente, preciso tanto desse filme! Adorei a resenha! Beijos
    www.taliesinperdido.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tici!
    Ainda não assisti esse filme, mas estou super empolgado pra ver mais pelo hype da galera. Eu achei Uma Jornada Inesperada um filme divertidíssimo, mas me decepcionei extremamente com A Desolação de Smaug. Achei ruim com força. Tenho medo desse terceiro filme porque, aparentemente, Peter Jackson e companhia esqueceram que a história é sobre um HOBBIT que viaja com ANÕES em uma grande aventura. Sinceramente, me doeu ver Legolas e Tauriel em grandes cenas de ação enquanto os ANÕES ficavam em segundo plano. #mimimi
    Enfim...
    Eu simplesmente amo o livro e fico triste em saber que o film se baseia em cenas de ação! Poxa vida! Ultimo filme da Terra-Média era pra ser algo grandioso!
    Vou assistir com certeza, mas já com um nózinho na garganta!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? D: hahaha eu adoro "A Desolação de Smaug", porque tem aquela cena da fuga com os barris e tem, claro, o todo poderoso divo Smaug!
      Esse terceiro foi o que eu menos gostei, porque realmente estava com a expectativa nas alturas, já que era o adeus da Terra-Média. Mas ainda assim acho todo o trabalho, os efeitos e as lutas, tudo muito grandioso!

      Excluir
  5. CAAARA!!!! Já disse que AMO seu blog não é? Mais com esse post estou amando ainda mais, foi o mais completo que já vi!! Tem todas as informações que eu queria saber.
    E putz, sério que o Smaug morre tão rápido assim? De fato poderiam ter matado ele antes então =X
    Ainda não fui assistir porque meu namorado quer ir comigo, mas está sem tempo. Mas ao mesmo tempo não sei se estou pronta, apesar de ter achado um tanto desnecessário três filmes para um único livro, confesso que não estou pronta para dar adeus de vez aos filmes de Tolkien no cinema. pois sinceramente perdi as esperanças de Silmarillion virar filme, e mesmo que virasse, teria um tanto de receio de assistir, é meu livro preferido e né, medo de não dar certo.
    Mas tão triste então dizer adeus a Terra-Média.
    E obrigaaaadaaa pela dica! Já ouvi por aqui mas sem dúvidas ouvirei no cinema (Pippin ♥)
    Parabéns mesmo pelo post! Beijos!
    www.gramatifiquei.com

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda não assisti. Mas os efeitos especiais são sempre de arrasaaaaaaaaaaaaaaaaaar.
    Quero muito acompanhar e vou ficar até o final sim para ouvir a música. Aaaaaaaah *O*

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista. São 6 livros para escolher, kit de marcadores e 3 ganhadores.

    ResponderExcluir
  7. Tici, sou fan incondicional da trilogia O Senhor dos anéis e de O Hobbit, amo os filmes e como não assisti o terceiro filme por falta de cinema na minha cidade eu li sua resenha assim meio por alto, medo de ler algo importante, entende? Mas amei a postagem, as imagens que você postou e no geral acho que o filme não vai me decepcionar, embora eu tenha ficado receosa quando li você dizendo que faltou certo grau de emoção, para nos despedirmos da trilogia e tal. Eu sou muito emotiva, espero não ficar a ver navios quando assistir.
    Beijos
    Viviane
    RR

    ResponderExcluir
  8. Oie ^^
    Acredita que eu não tenho vontade de ver esse filme? Não curto muito a história, por mais que o povo ame e elogie MUITO. Minhas irmãs e minha mãe adoram, mas não consegui ver o filme todo com elas *-*
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oiiiii. Por incrível que pareça, faço parte da lista de pessoas que não assistiram e não se interessaram muito :(
    Acredita que nunca consegui olhar O Senhor dos anéis sem dormir? Durmo sempre!!! Mas agora ganhei os livros e espero me encantar por essa história =D
    O Hobbit quase fui olhar no cinema, mas sei lá. ashuahsuahsu
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Tici para mim como grande fã, eu adorei dos três o melhor, mesmo os outros dois sendo sensacionais hahaha fico até sem palavras!

    Eu sinceramente não acredito como alguém pode não ter visto SDA e OH, na verdade o mundo de divide assim, entre os que viram senhor dos anéis e os que não viram!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores