[Resenha] Filha da Ilusão

8.8.14



Filha da Ilusão

No original "Born of illusion" (primeiro volume da série Herdeiros da Magia), escrito pela estadunidense Teri Brown, com 288 páginas, e publicado no Brasil pela Valentina.

"Disseram-me que ver o futuro é muito parecido com recor-
dar o passado, o que se vê é imutável."



Nova York, anos 20: Anna Van Housen tem apenas 16 anos, mas já é uma ilusionista habilidosa e trabalha como assistente nos shows e sessões espíritas de sua mãe, uma falsa médium que ganha a vida usando truques e dotes artísticos para convencer os outros de que ela pode receber espíritos. Mas, ao contrário da mãe, Anna não precisa de truques; ela já nasceu com dons de clarividência e também é sensitiva, sendo capaz de ler as emoções alheias. Mas nunca disse isso a ninguém, pois teme o quanto a revelação pode abalar a sua relação com a mãe oportunista. E justamente por tudo isso, Anna nunca teve uma vida normal.

Já foi do circo ao palco, dos cafofos aos hotéis luxuosos e já teve que resgatar clandestinamente a mãe da prisão diversas vezes. Agora, porém, em Nova York, as coisas parecem finalmente se assentar. Os shows estão se tornando regulares e o dinheiro não está mais tão curto assim. Tudo parece no seu devido lugar... até que Anna começa a ter visões assustadoras do seu próprio futuro, sua mãe parece ter ficado determinada a expulsá-la do show e até mesmo seu suposto pai, um importante ilusionista, se tornou uma ameaça. Teria isso tudo a ver com a chegada inesperada do enigmático vizinho de Anna?     



"Porque a verdade é que o que as pessoas dizem nem sempre é o que sentem." [pág. 51]

Eu estou tentando me lembrar de quando foi a última vez que eu li algo parecido com Filha da Ilusão. Ou, para ser mais clara, quando foi a última vez que eu li uma história que soube como inserir um bom tema no período de tempo e cenário que melhor se encaixavam para deixar a narrativa com aquele algo a mais. Talvez você já tenha lido livros sobre ilusionismo ou mediunidade. Mas talvez você nunca tenha imaginado que esses assuntos pudessem andar de mãos dadas com as trágicas guerras mundiais. A Teri Brown imaginou. E Filha da Ilusão é o início do resultado disso.


A história se passa em Nova York, quando os ecos da 1º Guerra Mundial já estão desvanecendo ao mesmo tempo que o cheiro da 2ª já começa a ser sentido ao longe. A narrativa conta com descrições precisas para acomodar o leitor nos anos 20, e a autora ainda optou por usar o nome de personalidades históricas para criar todo esse clima de podia-ser-verdade que costuma prender o leitor durante a leitura. O famoso mágico Harry Houdini é o suposto pai de Anna na história, e há menções aqui e ali a Arthur Conan Doyle como um dos integrantes da Sociedade de Pesquisas Paranormais, uma sociedade que pode ajudar a protagonista a entender e controlar melhor os seus dons.

"Acho que o que ele quer dizer é que você deve aceitar o bom e o ruim porque não tem escolha. É disso que a vida é feita." [pág. 237]

Amo de paixão essa temática de ilusionismo então sou suspeita para falar sobre como essa abordagem mais verídica foi incrível no livro. Toda vez que havia alguma menção histórica na narrativa, eu vibrava por dentro. Mas a parte fictícia de Filha da Ilusão também não fica muito atrás. Anna e sua mãe tem uma relação fria e hierárquica, o que de início me deixou bastante estarrecida, mas que depois você acaba compreendendo melhor. Temos ainda o charme de Colin Archer (o vizinho enigmático) e o humor do engenhoso Sr. Darby para garantir momentos agradáveis à leitura.



"A regra número um quando se quer obter informações sobre alguém é não dar muitas informações sobre si mesmo em troca." [pág. 115]

Mas, talvez por ser ainda o primeiro volume, senti aquele toque de superficialidade, de prender o melhor para as continuações. O livro não tem muitas cenas de ação, e o leitor mais atencioso consegue sacar o mistério antes da protagonista (que várias vezes não conseguiu ou não pôde usar os seus dons para compreender o que estava acontecendo ao seu redor), mas, tirando isso, a leitura flui sem lentidão ou problemas, e com aquele toque sobrenatural viciante. Para mim, toda a temática do ilusionismo, junto com toda a pesquisa por trás, foram o maior triunfo e diferencial de Filha da Ilusão. Então se você gosta do tema, fica a dica! :)

You Might Also Like

21 Bilhetes

  1. Nossa, essa capa ficou incrível mesmo, esse efeito espelhado está totalmente de acordo com a premissa do livro. Sua resenha ficou muito boa, despertou minha curiosidade! Apesar de como você disse, não ter tanta ação, acho que eu vou gostar, tanto pelo tema quanto pelo período em que a história se passa.
    ótima dica!

    Abraços!

    Fran

    http://corujadequinta.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Muito boa a descrição.

    beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Gosto bastante de livros desse gênero, e venho querendo Filha da ilusão desde o lançamento, praticamente...haha'
    Essa foi a primeira resenha que eu li sobre ele, mas gostei bastante ♥ já foi para a listinha :)
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. A Capa é fofinha, porem médium me lembrou da série A Mediadora (ai mds!!) haha porem gostei da resenha que falou muito bem do livro, gostaria de ler :D
    Tem vídeo no Doce Literário, aguardo sua visita :D Beijoos
    http://doceliterario.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  5. Hello, Ticiane. Ahhh, prefiro te chamar de Ane. Ou Aninha.

    Tenho que dizer que adorei o seu blog!!!!
    Achei essa resenha muito fofa, deu pra ver todos os altos e baixos do livro que parece dar uma ótima leitura. A capa é TDB!!! Já me ganhou por ela! E quem não gosta de histórias sobre videntes, né? Eu mesma sou meio clarividênte por parte da minha tia avô, e me assusto comigo mesma. Uma vez quase ganhei na loteria, mas o resultado já tinha passado ;(

    Bjs de luz, e pode deixar que vou vir visitar você mais vezes.
    :*

    MiL Rios||

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lili, quantas vezes vou ter que dizer? Não é uma visão se você tem ela um mês depois que a coisa aconteceu!

      Foi mal, Aninha... Quer dizer, Ticiane! Também adorei o blog. Visita a gente lá!

      Excluir
    2. Oi, Lili! Oi, David! Que lindo ter vocês aqui! Vou passar lá no blog de vocês com certeza! E adorei a história com a clarividência! rs Beijos! <3

      Excluir
  6. Gostei da proposta do livro, gosto quando vem algo meio diferente.
    Adorei a resenha

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olááá!
    Tici, não conhecia o livro!
    mas que edição lindissima! além de uma temática fora do comum, parece ser um trama bem envolvente, que deixa o mistério no ar, com o gostinho de querer saber logo o que acontece e como ela vai usar seus dons! :)
    espero ter a oportunidade de conferir num futuro...!

    Um beeijo Lara.
    Blog Meus Mundos no Mundo | | Página Coração Furta-Cor

    ResponderExcluir
  8. Oi, Tici!
    Cara, tu escreve muito bem!
    Não li, mas pelo o que você disse eu acho que vou gostar mais ou menos! Entendeu?
    Achei legal referencias a Arthur Conan Doyle e sou fã de ilusionismo (até faço umas mágicas com cartas para crianças AHUHAUAH)
    Mas eu gosto de coisas mais densas e com mais ação!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, também adoro ilusionismo. Se sair qualquer filme, série, livro sobre o tema eu já vou querer saber mais. E realmente, essa lado de "Filha da Ilusão" que faz um paralelo com a verdade histórica é muito legal e muito bem pesquisado!
      Awww, que amor! Eu não sei fazer mágica nenhuma :'( #chateada

      Excluir
  9. Me apaixonei pela capa e ele parece ser bem interessante. Vai pra minha wishlist haha
    Segura-me

    ResponderExcluir
  10. Olá Tici!
    Que capa linda <3
    Gostei da sua resenha, fiquei curiosa quanto ao livro, vou adicioná-lo na minha estante do skoob =D
    Beijos

    citacoesdeumleitor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia esse livro, mas ele me chamou atenção de cara logo pela capa
    Essa capa é lindíssima
    Mas o livro em si também parece ser bem interessante
    Gostei bastante da resenha
    Já estou seguindo ;)

    Beijos
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi, Tici, tudo bem?

    Apesar de ter lido poucos livros da Valentina, gosto muito dos títulos que eles publicam. São sempre ótimos. Não conhecia esse livro, mas se trata de ação e mistério, com certeza eu vou curtir

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Tici!
    Você acabou de colocar mais um livro na minha lista de "para ler". Fiquei muito curiosa e amei a temática! Também gosto muito de livros que usam referências históricas e o fato de ele se passar nos anos 20 me deixou com ainda mais vontade de ler. Sem falar na capa linda e super diferente!
    Beijão!!!
    coracaoflutuante.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa pra ler! *-*
    Ótima resenha =)

    Ana,
    http://contos-de-duas-doidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Ticiiii como sempre com uma resenha apaixonante e sincera, adorei a premissa e fiquei mega interessada! Me parece ser bem original também, pelo menos para mim!
    Com certeza vou dar uma olhada =D

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  16. Oi Tici! Desde que eu vi essa capa pela primeira vez estou apaixonada por ela! Ainda não tinha parado para procurar saber do que o livro se tratava, mas adorei a sua resenha e fiquei bem curiosa sobre a história. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Esse livro me interessa muito.
    Primeiro pq o enredo dele é bem diferente, eu nunca li um livro em que envolvia ilusionismo. Imagino que deva ser bem interessante. E depois pq por trás disso tudo tem uma história muito interessante, uma história que parece ser emocionante e comovente.
    Espero em breve poder lê-lo,
    Bjs
    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  18. A capa do livro me conquistou de primeira, mas depois de ler a resenha fiquei bem mais curiosa, principalmente pelo tema. Parece ser muito interessante! Já entrou pra minha lista de livros que preciso ler pra ontem, haha.
    Parabéns pela resenha! ;)

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores