[Resenha] Filhos do Éden: Herdeiros de Atlântida

5.6.14


Escrito pelo brasileiro Eduardo Spohr, com 473 páginas e publicado pela Verus

"Nem tudo que provém da natureza humana é necessariamente cruel." 



Rachel é uma estudante na universidade de Santa Helena, na região serrana do Rio de Janeiro e ultimamente tem andado indisposta, com dores de cabeça, crises de vômito e pesadelos com uma misteriosa menina que lhe pede ajuda. Um dia, Rachel conhece dois homens, Urakin e Levih – anjos, na verdade – que insistem que ela é Kaira, uma arconte desaparecida há dois anos durante uma missão que, se fracassasse, mudaria completamente os rumos de uma guerra milenar que acontece nos céus.

Rachel obviamente não acredita, mas quando sua vida é exposta a um grande perigo e pequenas verdades são reveladas, ela embarca numa jornada para descobrir o que houve com suas memórias, desvendar quem é a menina do sonho e de quebra também retomar sua missão interrompida. Ao lado do sombrio Denyel, um querubim exilado que o destino põe no seu caminho, Kaira/Rachel parte então em direção às ruínas de Athea, uma antiga e bem protegida colônia da legendária Atlântida. E ela passará a enfrentar muitos perigos.



Primeiro, se você não sabe nada sobre anjos e não faz a menor ideia do que seja um arconte ou um querubim, não se preocupe. Além de ter várias explicações informativas durante a narrativa, Filhos do Éden – Herdeiros de Atlântida também conta com um apêndice que impede qualquer dúvida quanto à dinâmica dos celestiais. O livro é o primeiro volume de uma série que antecede os acontecimentos do épico A Batalha do Apocalipse, romance best-seller de estreia do Eduardo Spohr (então não, você não precisa ler A Batalha do Apocalipse para entender Filhos do Éden). 

“Nada persiste por mais de um instante. Seja uma descarga cósmica ou um domingo de sol, todas as coisas estão em movimento. (...) Vida e morte, bem e mal, passado e presente são apenas miragens transitórias.” [pág. 402]



Dessa vez, Eduardo Spohr traz batalhas menos heroicas e anjos mais humanizados, o que abre espaço para desfrutar bem das relações entre personagens, com destaque para a dinâmica de Kaira e Denyel e a pureza de Levih []. Além disso, vemos mais elementos da cultura brasileira durante a aventura, e as grandes batalhas com espadas perdem espaço para confrontos a) corpo a corpo; b) mágicos; e c) com auxílio de revólveres que farão os entusiastas por armas de fogo se encherem de orgulho. 

O livro é grande, mas não fica tedioso, e as descrições dos lugares mágicos por onde os protagonistas passam são excelentes. A batalha do final tem seus altos e baixos, e Herdeiros de Atlântida termina criando links para as próximas sequências (já que é uma trilogia) e, com tanta coisa ainda para ser explorada dentro e fora desses personagens mais humanizados e misteriosos, não tem como não ficar com aquela sensação de que o autor está reservando o melhor para o final. 

You Might Also Like

26 Bilhetes

  1. Já tinha visto o livro, mas não sabia nada sobre ele. Depois da sua resenha fiquei muito curiosa em ler, parece ser bem legal!
    Adorei as fotos, simplesmente lindas!
    Beijos!
    http://borboletasliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi, Tici!
    Tenho muita, muita, muita, muita, muita vontade de ler esse livro!
    Mas quero esperar ele lançar ta trilogia inteira, aí leio tudo de uma vez!
    Sua resenha ficou ótima, até deu vontade de ir pra livraria compra-lo!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá Tici, tudo bom? Quando eu li A batalha do apocalipse eu não fazia ideia de quem era Eduardo Spohr e depois que li fiquei encantada com seu trabalho e tive muito orgulho pelo fato dele ser brasileiro. Entretanto, Herdeiros de Atlântida me decepcionou muito, achei o livro sem clímax e com uma narrativa muito amadora, o que não vi em A batalha. Mesmo assim comprei a sequencia, que é Anjos da Morte, e continuei sem gostar, nem cheguei a terminar. Em minha opinião, Spohr não foi feliz nessa série. Abraços

    blogfalandodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "A Batalha do Apocalipse" é realmente diferente de tudo que eu já li em relação à literatura nacional em matéria de fantasia, mas provavelmente foi um livro que levou anos até chegar a sua estrutura final. Entendo sua colocação de verdade, e confesso que também achei esse primeiro volume algo mais introdutório, mas estou confiante de que o Spohr nos arrebatará com mais uma boa história ao fim da trilogia! :D

      Excluir
  4. Eu quero muito ler esse livro! Está para chegar =D uhuu
    E depois dessa resenha a minha ansiedade aumentou!

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Estou me mantendo longe de livros com anjos/vampiros/fadas/lobisomens desde o ano passado...haha' por mais que goste de histórias assim, não aguento maais! Esse livro está na minha lista de desejados, mas vou levar um tempinho para lê-lo...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ticilinda minha linda, como eu gosto de ver e namorar suas fotos, já te disse isso? As vezes eu me perco olhando, e se não me policiar acabo não comentando, mas isso nunca vai acontecer, pode apostar, impossível não passar por aqui e não comentar <3
    Nunca tinha ouvido falar sobre esse livro, mas gostei bastante do título e da capa, já chamaram bastante minha atenção, agora vamos ver se te conquistou completamente. Essa história é como eu gosto, todos esses momentos inesperados, essa revelação chocante e de fazer nossos olhos brilharem, aiii, já vou colocar o livro na minha lista, e aposto que a Kaira arrebenta nessa história! Que perfeito o livro já vir com um dicionário, eu sei um pouco sobre o assunto, mas ler, confiante de que posso tirar minhas dúvidas ali mesmo é melhor ainda, ai não é preciso dar uma pausa na leitura pra procurar.
    Que bom que o autor resolveu explorar outros lados da história, assim ele cria um diferencial e não acaba criando mais uma história clichê, e estou super animada porque esse é apenas o primeiro livro e que muitos ainda estão por vir, e nada melhor do que ler e saber que o livro não da pausa para um momento chato, ou que somos obrigadas a arrastar a leitura para terminar,
    Parabéns minha linda por mais uma resenha maravilhosa e de se encher os olhos! <3

    Mil beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aww, mais um super big comentário que eu amo! <3
      Sim, a Kaira arrebenta! #TeamBadassGirls Adorei seu comentário, Felinda! Muito muito muito obrigada! <3

      Excluir
  7. Tici ainda não li nada do autor mas já li ótimas criticas, o que aumenta mais minha curiosidade ainda mais com sua linda resenha <3 e que fotos heim amiga! Sempre arrasando!!!!

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
  8. Oi Tici, tudo bem?
    Eu já li esse livro e simplesmente adorei!!!!!!! Eu fiquei impressionada com com o conhecimento do autor. Ele escreve de uma forma que nos faz acreditar que todas as teorias apresentadas são verdadeiras. Muito bom.
    beijinhos.
    cila-leitora voraz
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ele escreve de uma forma que nos faz acreditar que todas as teorias apresentadas são verdadeiras." Verdade verdadeira, não tem como não concordar! Fico feliz que gostou do livro, Cila! <3

      Excluir
  9. Tici,
    Adorei sua resenha, texto, fotos (que fotos ótimas!), tudo!
    Fiquei com muita vontade de ler esse livro... já ouvi um ou outro comentário sobre o autor... Comentários que me empolgaram, além do fato dele ser brasileiro (orgulho de um dos nossos!)...
    Enfim, se o autor está guardando o melhor para o final... não adianta... vou precisar ler desde o início...rs...
    Anotei o nome do livro para não esquecer de procurar por ele nas próximas compras... :)

    Ah, muitoooo obrigadaaaaa por divulgar o sorteio lá do blog aqui no seu!
    Isso é muito importante para mim, sabe... Sou eternamente grata por todo esse apoio! :)

    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Não sou acostumada e ler esse tipo de livro
    Mas parece ser bem interessante
    Gostei da dica

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Tici queen ♥

    Dizem que Filhos do Éden é demais! Tem um livro nessa série que é sobre a 2° Guerra né? Ou to boiando? Bom, de qualquer modo, adoro um bom livro de aventuras e batalhas. E com coisas mágicas. Claro. O senhor Eduardo é um ótimo escritor, admiro-o muito! O namorado da minha irmã/amiga tem a série e fiquei tão interessada que vou pedir emprestado hahahahha Tomara que ele me empreste, logo você verá resenha lá no EDF, viu?
    Amei sua resenha, Tiici!

    Beijocas
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá boiando nada! rs É o segundo volume, "Anjos da Morte", ele se desenrola paralelamente, e um dos núcleos é o personagem Denyel e a IIª GM. O Spohr pesquisou muito para escrever essa continuação, então também estou muito curiosa para ler! Ele vai emprestar, sim! (Vou fazer feitiço para ele emprestar mwahaha). Muito obrigada, Carolinda!

      Excluir
  12. Minha amiga adora essa saga/serie, não sei o nome correto. Eu queria ler o primeiro, mas li algumas criticas negativas e desisti. Só que ai ela me falou que era ótimo, que eu tinha que ler e que quem fez uma critica negativa era um idiota! Fico meio na dúvida se leio ou não, mas talvez ano que vem na próxima meta de leitura quem sabe...
    formula-amor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Oi, Tici!
    Primeira vez aqui, adorei o seu blog. =D
    Tenho curiosidade de ler Eduardo Spohr, mas ouvi críticas ruins sobre o A Batalha do Apocalipse.
    Mas a sua resenha dessa nova série ficou ótima, quem sabe eu dê uma chance!
    Beijos,

    Priscilla
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, tudo bem Tici?
    A cada resenha percebo que os nossos gostos são bem parecidos. Primeiro li Batalha do Apocalipse e gostei bastante, pois nunca tinha lido algo da temática e achei interessante, porém a escrita do Eduardo pareceu crua as meus olhos. Mas, ai ganhei de presente Filhos do Éden e quando comecei ler percebi o quanto ele havia evoluído, tanto na escrita, trama da história e na caracterização e humanização (como você disse) dos personagens. Até hoje quando me lembro suspiro pelo Denyel, que é o tipo de personagem pelo qual me apaixono desesperadamente. Eu, realmente, me empolguei em algumas cenas de ação, como Denyel divando e a Kaira tentando trazer a tona todo o seu poder e conhecimento! A cena do caminhão é uma das minhas favoritas e imagino que em um filme ficaria ótimo visualmente.
    Apesar de ser um livro grande eu devorei e em nenhum momento me senti entediada pelas descrições, pois acho que isso enriqueceu a história. Estou muito curiosa para ler Anjos da Morte, que já foi lançado a um tempinho, mas estou esperando ficar mais barato haha preciso muito dele, ainda mais depois desse final!
    O Eduardo prova que a literatura brasileira tem sim grandes talentos e potencial para ótimos livros!
    Amei a resenha e como sempre babei nas fotos, nessas mais do que nunca, amei o cenário que você montou *-----*
    Beijos!
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aeeeeeee, bate aqui! o/ Somos booksisters!
      O Denyel também é o tipo de cara que eu me apaixono fácil, gostei mais dele do que do Ablon de ABDA! A cena do caminhão foi fantástica, e também sou a favor de uma adaptação cinematográfica tanto para ABDA quanto para FDE! Ia ser show!
      Também estou deixando o preço baixar para comprar ADM, provavelmente comprarei na Bienal do ano que vem! :x
      Muito, muito, muito obrigada, Debora! Adoro de paixão os seus comentários! <3

      Excluir
  15. Oi Tici,
    Estou com esse livro na minha estante me encarando pedindo para ser lido e estou quase cedendo a tentação de passar ele na frente dos outros e começar a ler! Tô doida pra ler os livros do Eduardo e já me falaram muito bem deles!
    Pela sua resenha, tenho certeza que vou amar esse universo.

    Beijokas,
    http://minhacontracapa.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Gata garota!
    Tici! Esse autor já foi indicado para mim ler pelo meu irmão! Ele disse o mesmo que vc que o livro é bom, é grande, mais não é tedioso e que cria uma mitologia própria sobre os anjos, que eu iria adorar! Estou cada vez mais curiosa com esse nacional, adoro livros de anjos, mais foram poucos que realmente me prenderam e saíram da zona do normal, para algo que eu realmente considerasse bommmmm! Ótima resenha!
    Beijos
    http://overdoselite.blogspot.com.br/2014/06/resenha-beije-me-antes-de-morrer-serie.html

    ResponderExcluir
  17. É mais um parado na estante. Vou ver se pego A batalha do apocalipse pra começar.
    Bjs

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Tici - linda, que resenha maravilhosa! Sabe se tem esse livro aqui em Portugal ou se posso comprar em e - book? Fiquei super curiosa, parece ser um livro excelente!

    Beijo <3

    http://prologuesepilogues.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, Míriam, que ótimo que ficou curiosa! Bem, segundo o Wikipédia, sim, o Spohr já foi publicado em Portugal, mas não sei se é por "A Batalha do Apocalipse" ou se por "Filhos do Éden". Dá uma checada no Google ou nos sites das livrarias daí para ver se você encontra um desses títulos. Procura por Eduardo Spohr. Beijos!

      Excluir
  19. Olá, Tici =^.^=
    Já ouvi falar bastante dos livros do Eduardo Spohr, e confesso que fico bem feliz quando algum escritor brasileiro é reconhecido. Infelizmente não li nenhum livro dele ainda T3T mas a tua resenha me deixou bem curiosa em relação ao Filhos do Éden. Vou ver de ler haha
    Beijo || Summertime ☼

    ResponderExcluir
  20. Nossa, eu amei. Sério, me interessou demais! Fora que vc consegue fazer eu gostar dos livros só pela resenha né Anelina haha Vou atrás deles! E as fotos ficaram lindas <3

    ResponderExcluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores