[Um Pouco Sobre] Arthur Conan Doyle

22.5.14


"Elementar, meu caro Watson."                   
— Sherlock Holmes                    
   Perfil:            

Curiosidades

Doyle atribui a figura de Sherlock Holmes ao seu professor na Universidade de Edimburgo, Dr. Joseph Bell, que chegava a impressionar por sua dedução e sua lógica, tornando-se um mestre em observação e diagnóstico. 

A frase mais conhecida de Sherlock Holmes não foi criada por Arthur Conan Doyle e também nunca apareceu nos trabalhos originais do autor. Ela surgiu quando Doyle escreveu uma peça sobre o detetive e William Gillette, que interpretaria Holmes, pediu permissão a Doyle para alterar o texto. Permissão cedida, Gillette acrescentou a frase "Oh, this is elementary, my dear fellow / Oh, isso é elementar, meu caro camarada" que mais tarde foi reutilizada por Clive Brook (primeiro Sherlock Holmes do cinema falado), responsável por tornar a frase mundialmente conhecida como "Elementar, meu caro Watson". 

É dito que, ao se formar em Medicina, Doyle desenhou um esboço engraçado de si mesmo recebendo o seu diploma com a legenda: Licença para Matar. Seu comportamento travesso também se refletia quando ele respondia a pedidos de autógrafos usando a assinatura Dr. John Watson


   Obras:



Arthur Conan Doyle tornou-se um autor consagrado e fonte de inspiração para tantas outras pessoas por conta de seus trabalhos envolvendo os mistérios que o curioso e inteligente detetive Sherlock Holmes junto de seu fiel amigo e médico John Watson tinham de resolver.  O sucesso do detetive era tão grande que, quando Doyle resolveu jogar Holmes e Moriarty das cataratas de Reichenbach, vinte mil leitores cancelaram a assinatura da revista The Strand, onde os textos eram publicados.  

Mas Doyle não se ateve somente às aventuras de Holmes. Ele também escreveu contos de ficção científica, que na época o autor gostava de chamar de boys book, ensaios, peças e trabalhos sobre Guerra e Espiritualismo. A lista completa das obras de Doyle você pode encontrar aqui. Mas entre os seus textos principais estão:

      ♠   Um Estudo em Vermelho (A study in scarlet, 1887)
           31 edições - Skoob

      ♠   O Signo dos Quatro (The sign of four, 1890)
           23 edições - Skoob

      ♠   O Cão dos Baskervilles (The hound of the Baskervilles, 1902)
           30 edições - Skoob

      ♠   O Mundo Perdido (The lost world, 1912)
           11 edições - Skoob

      ♠   O Vale do Terror (The valley of fear, 1915)
           16 edições - Skoob

Ainda destacam-se: As Aventuras de Sherlock Holmes, O Retorno de Sherlock Holmes e O Último Adeus de Sherlock Holmes e os demais volumes das aventuras de ficção científica do Professor Challenger iniciadas em O Mundo Perdido


   Frases:

"Quando você elimina o impossível, o que restar, mesmo que improvável, deve ser a verdade." (O Livro de Casos de Sherlock Holmes) 

"Você vê, mas você não observa." (As Aventuras de Sherlock Holmes) 

"Os pequenos detalhes sempre são os mais importantes." (As Memórias de Sherlock Holmes)

"A vida é infinitamente mais estranha do que qualquer coisa que a mente humana possa inventar." (As Aventuras de Sherlock Holmes)

"Para uma mente ampla, nada é pequeno." (Um Estudo em Vermelho) 

"O trabalho é o melhor antídoto para a tristeza, meu caro Watson." (O Retorno de Sherlock Holmes)


Arthur Conan Doyle
(1859 - 1930)

You Might Also Like

32 Bilhetes

  1. Eu tenho Um Estudo em Vermelho e O Signo dos Quatro mas ainda não li, adorei as curiosidades. Fique de boca aberta por saber que não foi ele que criou a frase: "Elementar, meu caro Watson".
    Seguindo. Beijos!!!

    http://follow-and-breath.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a minha reação ao saber dessa curiosidade também foi a mesma! ;)
      Obrigada por seguir!
      xx

      Excluir
  2. Olá,
    Eu nunca li um livro do Arthur, quer dizer, já li um livro dele, mas era apenas contos. Tenho curiosidade de conhecer uma obra dessas citadas. E fiquei surpreso em saber que não foi ele que criou a famosa frase.

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, sim, Lucas! Ou assista a alguma série dessas novas do Sherlock Holmes, eu sempre tenho a impressão que, depois de ler ou ver algo relacionado ao detetive, a gente sempre sai mais inteligente rs
      xx

      Excluir
  3. Quando eu era pequena era fascinada pelo Sherlock Holmes. Quando descobri que ele não era real, e sim um personagem, foi como se meu contos de fadas tivesse acabado! Claro eu era pequena!
    Eu só li "Um Estudo em Vermelho" mas sou doida para ler outras obras dele!
    Ótima postagem! Conheci coisas sobre o Rei Doyle que eu não conhecia.

    formula-amor.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Sofia, que lindo! *-* Mas tenho certeza que mesmo assim o seu fascínio por ele não diminuiu :)
      Rei Doyle <3 Feliz em saber que curtiu e aprendeu!
      xx

      Excluir
  4. Post bacana, Tici!
    Sou fã de Doyle desde os 12 anos, quando li O Cão dos Baskervilles!
    E também sempre assistia o seriado Um Mundo Perdido!
    É impressionante ver como um personagem como Holmes ganha tanto destaque e tantas obras até hoje.
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que máximo! Não assistia ao seriado e até pouco tempo atrás não fazia a menor ideia de que era também uma obra do Doyle, fez com que eu gostasse dele mais ainda, pois sou fã dessas coisas que juntam ficção científica com arqueologia/museologia/etc!
      É realmente impressionante, é o mais perto da imortalidade que a gente consegue chegar até agora ;)
      xx

      Excluir
  5. Definitivamente Doyle revolucionou o mundo investigativo! Como não amar Sherlock, mas eu confesso com muita vergonha que prefiro as séries/filmes! Os livros se eu li um ou dois foi muito e a muiiiito tempo.

    Tici amei o modelo de post ^^

    Beijos Joi Cardoso
    Estante Diagonal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não vou negar que dá para concordar com você que as séries/filmes conseguem ser melhor que os livros, mas isso vai depender bastante da edição que você tiver lido. Agora, o Sherlock da BBC está de arrasar, acho que vai ser difícil algum dia alguém superar o Cumberbatch <3
      Muito obrigada!
      xx

      Excluir
  6. Gente, só eu que nunca ouvi falar nesse autor? Me sentindo um analfaliterário, rs rs :)
    Os livros parecem ser bem bacanas, espero logo ter a oportunidade de ler algo do autor.

    http://enquantoestavalendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHA fica assim não, mas quando tiver a oportunidade de ler algo dele, não hesite! ;)
      xx

      Excluir
  7. Amei esse post!!
    Saber mais sobre a vida desse autor que marcou a vida dos leitores é ótimo!
    Não sabia que era médico... Tendo tanto afazeres, será que ele conseguia fazer isso tudo e ainda conseguia tempo para dormir?? rs...
    Adorei esse "Licença para matar"... Esse sim era um médico que entendia um pouco mais sobre a instituição "medicina"...rs
    Bjs, Lu
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né? E ele ainda participou de duas guerras como médico e se candidatou duas vezes a carreira política! Haja energia!
      hahahah muito bom, Lu! o/
      xx

      Excluir
  8. Oi Ticilinda <3

    Não conhecia muito do Arthur, post muito legal <3
    Provavelmente sou a única pessoa (mentira) que ainda não leu Sherlock hahahaha Mas tenho muuito interesse mesmo! E esse livro: O Cão de Baskervilles é lindoooooo! Editora Zahar né? ♥ Morrendo de amores! Ei, super legal saber que a frase na realidade não era mesmo dele... Sem contar que ela é muito boa, sempre falo isso durante uma conversa e as pessoas me olham admiradas u.u

    Beijos
    http://www.estantedasfadas.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba, muito obrigada, Carolinda! Espero que, quando você tiver a oportunidade de ler algo do Doyle, você goste! o/ Mas não é? A Zahar faz umas capas incríveis, sem contar que livro com capa dura é outra coisa! HAHAHAHAHA, boa, vou procurar usar mais essa frase, quero olhares admirados para mim também! rs
      xx

      Excluir
  9. eu não conhecia a historia do autor muito legal essa postagem que você fez já li o livro dele e é uma maravilha! :D

    faça-me uma visita:

    http://voceeoquele.blogspot.com.br/2014/05/news-literarias-edotora-charme.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Giselly! Farei uma visita, sim! o/
      xx

      Excluir
  10. Oiee ^^
    Comecei a ler O cão dos Baskerville mas não consegui finalizar a leitura *-* não gostei muito da escrita, e foi nisso que percebi meu desinteresse em livros de investigação...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiii, Dryh! Ah, verdade! Tem que curtir uma investigação para se dar bem com o Sherlock rs
      xx

      Excluir
  11. Ooi, Tici.
    Andeio meio sumida, né?! Rsrsrs.
    Bom, e se eu te disser que nunca li um livro desse Arthur?! Mas já sinto vergonha pois sei que as obras dele são suber elogiadas e prestigiadas. Eu estou precisando ler umas coisas mais cults mesmo, entretanto a fila de livros de parceria não perdoa.
    Mas eu gostei bastante do post, muito informativo!
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas reapareceu! YAY! <3
      Eu dei uma pausa nas parcerias por enquanto para poder me dedicar a pilha de livros que eu tinha comprado e tava mofando na estante rs
      Feliz que gostou! Tomara que você curta o que o Doyle tem a oferecer nos livros dele!
      xx

      Excluir
  12. Tici-linda, amei o post! Espero que continue a postar sobre essas pessoas maravilhosas que nos fazem viajar sem sair do lugar! <3

    Beijo, Míriam **

    http://prologuesepilogues.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yuuup! Míriam voltou! \o/ rs
      Certeza que continuarei! <3
      xx

      Excluir
  13. Ain! Eu amo ele! Tanto ele quanto o Sherlock! <3
    Bjs, comentar por favor nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2014/05/os-assassinos-do-cartao-postal.html

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adoro os livros do Sherlock Holmes. Os Cães de Berkealy é meu preferido!
    Indiquei vocêspara um tag super legal lá no meu blog!
    Espero que você possam participar! :)
    http://itsfangirltime.blogspot.com.br/2014/05/tag-disney.html
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que feliz! Adoro encontrar fãs do Sherlock por aqui!
      Aeeeeeee, vou lá dar uma olhada! Muito obrigada pela indicação! <3

      Excluir
  15. Ah, Arthur <3 Sempre fui fã de Sherlock, seja dos livros ou de qualquer adaptação s2

    pormaisuma.com

    ResponderExcluir
  16. Sou louca varrida por Sherlock Holmes <3 <3 <3 Amo, amo e amo haha Aquele jeito sociopata e louco, engraçado, anti-social, de desprezo pela inteligência dos outros é tudo <3 hahahaha Gostaria de agradecer a Sir Arthur pessoalmente por ter criado um personagem tão incrível! Li os 4 livros (dos quais Um Estudo em Vermelho é meu favorito), e alguns contos e eu totalmente não sabia dessa história da tão antológica frase "Elementar, meu caro Watson", achei super bacana essa informação haha Bem legal o post!
    Beijos
    http://vanille-vie.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a sua descrição do Sherlock! <3 É bem assim mesmo, mas ainda assim ele é todo cativante!! Pois é, não é uma informação muito divulgada essa da frase, mas se você for pesquisar, todos os sites confirmam que não foi o Sir Arthur que criou rs
      Muito obrigada pelo comentário lindo, Debora! <3
      xx

      Excluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores