[Um Pouco Sobre] Gabriel García Márquez

6.3.14


"O mais popular e talvez o melhor escritor em Espanhol desde Cervantes."
  — Carlos Fuentes          
      
Sobre o Autor:
Curiosidades

Para escrever Cem Anos de Solidão, García Márquez vendeu o seu carro para que a família tivesse condições de sobreviver pelo tempo em que ele estivesse ocupado se dedicando ao livro. A história é baseada na casa dos seus avós, onde ele passou a maior parte da sua infância. 

Além de escritor, García Márquez é crítico de cinema e também já escreveu vários roteiros. Ele fundou e atuou como diretor executivo da Escola Internacional de Cinema e Televisão em Havana e já foi presidente da Fundação de Cinema Latino-Americana. 


Sobre Suas Obras:



De não ficção à ficção, de realismo a realismo fantástico, García Márquez gosta de variar o estilo de sua narrativa. Suas primeiras obras retratavam a realidade colombiana de sua época, mas em Cem Anos de Solidão, o autor apostou na mistura que recebeu o nome de Realismo Fantástico (ou Realismo Mágico), na qual realidade, imaginação e fantasia se fundem. A solidão também é um tema recorrente em seus trabalhos. A lista completa das obras de Gabriel García Márquez você encontra aqui. Mas entre as suas principais obras estão: 

       A Revoada (La horajasca, 1955) 
          Record - Skoob

       Ninguém Escreve Ao Coronel (El coronel no tiene quien le escriba, 1961)
          Record - Skoob

       Cem Anos de Solidão (Cien años de soledad, 1967)
          Record - Skoob

     ♦  Crônicas de Uma Morte Anunciada (Crónica de una muerte anunciada, 1981)
          Record - Skoob

       O Amor Nos Tempos do Cólera (El amor en los tiempos del cólera, 1985)
          Record - Skoob

       O General Em Seu Labirinto (El general en su laberinto, 1989)
          Record - Skoob

       Do Amor e Outros Demônios (Del amor y otros demonios, 1994)
          Record - Skoob

       Viver Para Contar (Vivir para contarla, 2002)
          Record - Skoob

       Memórias de Minhas Putas Tristes (Memoria de mis putas tristes, 2004)
          Record - Skoob


Frases:

"Mas a raiva voltava sempre, e em breve percebeu que o desejo de esquecê-lo era o mais forte estímulo para se lembrar dele." (O Amor Nos Tempos do Cólera)

"Se você pretende ficar louco, fique sozinho." (Cem Anos de Solidão)

"A idade não é o que a gente tem, mas o que a gente sente. (...) O que você viveu ninguém rouba." (Memórias de Minhas Putas Tristes)

"Não há remédio que cure o que a felicidade não cura." (Do Amor e Outros Demônios)


Gabriel García Márquez
(1927 - 2014)

You Might Also Like

6 Bilhetes

  1. 87 anos de puro talento literário, falou em Gabriel García Márquez e já vem na cabeça: O Amor nos Tempos do Cólera. O único livro que tenho dele e é exatamente no estilo das capas da postagem.

    Como vai, liberdade?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu "O Amor nos Tempos do Cólera" também é nesse estilo *bate* o/ Tenho também "Cem Anos de Solidão", só que em espanhol, então ainda não tive coragem de pegar nele, tadinho hehehe

      Excluir
  2. Adorei esse post informativo! Estou travando uma luta interna porque não tenho certeza se eu já o conhecia antes, esse nome e algumas das obras me é familiar, mas sei lá talvez eu esteja ficando doida hahahhaha
    Maas, voltando ao assunto, eu achei essas frases muito inspiradoras e reflexivas :-)

    beiijinhos,
    http://garotasdejales.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito provável que você esteja sã e que, sim, já tenha ouvido falar nele. Hoje, por exemplo, por ser o aniversário dele, Gabriel García Márquez estava nos trends mundiais do Twitter haha Então tem tipo uns 0,1% de chances de você nunca ter ouvido nada sobre ele xD
      São lindas, não? Eu gosto muito desse contraste da primeira :3
      Beijoss!

      Excluir
  3. Nossa! Adorei o seu blog! Muito bom!!
    E adorei esse post... já li dois livros desse autor e ele é fantástico! :)
    Obrigada por ter visitado meu blog! Tb estou te seguindo!
    Bjs,
    http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada e de nada! :D Que ótimo que já conhece o trabalho dele, realmente é um trabalho fascinante! *-*
      Beijos!

      Excluir

Copyright

Todas as fotografias e textos publicados são produzidos pela equipe do Feito Poesia, exceto quando sinalizado. Por favor, não copie nenhum deles sem a devida autorização dos autores. Todos os direitos reservados.


Seguidores